10 de maio de 2019

"Estou me sentindo o goleiro do Brasil no 7x1 contra a Alemanha"

Postado por Irineu Cândido


Foi com esse sentimento que o senador major Olímpio(Dem-SP) saiu de votação da MP 870 C.

Já que

A votação da Medida Provisóra 870, da reforma administrativa, voltou a escancarar duas duras realidades que o governo enfrenta no Congresso: a ausência de uma base consolidada e a hegemonia do Centrão - grupo formado por PP, PR, DEM, PRB e Solidariedade. Essa soma resultou em mais um revés nesta quinta-feira (9) durante a apreciação da MP na comissão especial formada por deputado e senadores para analisar o tema.

O governo tentava reverter a derrota que já se anunciava, mas perdeu em três destaques: transferência do Coaf do Ministério da Justiça para o da Economia; retorno da demarcação de terras indígenas do Incra pra Funai; e restrição das atribuições da Receita Federal. Para tentar minimizar os danos, retirou por conta própria um quarto, que falava de funcionamento e fiscalização de Organizações Não Governamentais.