24 de abril de 2019

Desde 1995: 69 jornalistas já foram mortos por exercerem a profissão

Postado por Irineu Cândido


Diante da injustiça e da maneira que querem calar a imprensa livre por esse rincão brasileiro, o Conselho Nacional do Ministério Público lançará na semana que vem um estudo que mostra como andam as investigações relacionadas a 69 homicídios de jornalistas entre 1995 e 2018 no Brasil, pelo fato de exercerem a profissão.

O relatório “Violência contra comunicadores no Brasil: um retrato da apuração nos últimos 20 anos” será lançado no dia 30, em comemoração ao Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, celebrado em 3 de maio.

O documento é produzido pela Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp), comandada pelo vice-procurador-geral da República, Luciano Nunes Maia.