12 de fevereiro de 2019

ESCOLA HUMANISTA

Postado por Irineu Cândido



A mudança de nome para Faculdade Católica do RN tem como objetivo relacionar o foco do ensino para uma formação mais humanista, além de “desenraizar” a instituição da região em que está inserida e torná-la uma referência para o Estado como um todo. O diretor, Padre Charles Lamartine, co-fundador da Faculdade Diocesana junto com Padre Sátiro, é a mais pura representação de que duas pessoas de gerações tão distintas podem ter sonhos em comum e lutarem para torná-los realidade.

“Nossa missão católica rima com alunos humanamente qualificados, que se preocupam com outros seres humanos. O mundo dessa forma se torna mais habitável”, afirmou. Ele destacou que os alunos da instituição são instruídos a realizarem ações nos orfanatos, hospitais e asilos, devolvendo à sociedade tudo aquilo que aprendem em sala de aula. “Agradeço a todos que se empenharam na construção desse projeto, especialmente à governadora Fátima Bezerra, à prefeita Rosalba Ciarlini, ao vice-diretor Padre Flávio Mendes, ao Padre Sátiro e claro, ao Bispo Dom Mariano”.

O diretor da centenária instituição Diocesana, Padre Sátiro, com seu bom-humor habitual, pediu perdão ao Bispo Dom Mariano porque sempre que o encontrava, antes de lhe pedir a benção, cobrava-lhe a construção do novo prédio que agora passará a abrigar a biblioteca. “Eu o via e dizia, e a biblioteca? E agora estamos aqui, diante desse sonho concretizado, e de acordo com as recomendações do Papa Francisco para instituições religiosas, uma biblioteca de múltiplos saberes e de abrangência ecumênica”.

Com a mudança da biblioteca para as novas instalações, os 1.200 alunos terão muito mais recursos para realizarem suas pesquisas, além de disporem de uma infra-estrutura funcional e sustentável.