17 de dezembro de 2018

Câmara de Natal publica a exoneração de todos os cargos comissionados, Já em Macau o legislativo vive uma expectativa de mudança de postura e renovação de comportamento politico




A Câmara Municipal de Natal exonerou nesta segunda-feira, 17 todos os servidores que ocupam cargo de comissão da Casa. Ao todo, foram exonerados 450 ocupantes de funções comissionadas no legislativo da capital.

A estrutura da Casa conta 290 cargos de Assessor Parlamentar (AP) e 160 cargos de Assessor Técnico Legislativo (ATL).

Ainda segundo a portaria de delimitou a exoneração, a medida determinou a manutenção de sete cargos, todos ligados à administração do Palácio Frei Miguel Miguelinho, sede do legislativo municipal.

Foram poupados do corte, os cargos de Diretor Geral, Diretor Administrativo e Financeiro, Controlador Interno de Contas, Coordenador de Gestão Financeira, Chefe do Setor de Execução Financeira, Coordenador de Gestão de Pessoas e Chefe do Setor do Desenvolvimento Humano.

A medida acontece para que a Câmara poupe recursos para o início de 2019. Com a exoneração publicada no início desta semana, os servidores receberão 60% do salário de dezembro mais o 13° salário deste ano, descontando ainda os 12 dias após o término dos serviços. 

Para 2019, a expectativa é de a Mesa Diretora da Câmara inicie a reforma administrativa dos cargos do legislativo.

Já em Macau

Após o vereador Oscar Paulino ainda tentar refazer com autorização da justiça uma nova eleição da mesa diretora, os macauenses ainda não têm conhecimento das medidas que a vereadora Dyana Lira, presidente eleita recentemente, irá tomar em relação aos cargos comissionados. 

A expectativa é que aconteça uma varredura no ambiente, já que Dyana Lira se propõe a conduzir o ambiente legislativo com zelo e respeito aos problemas inerentes a realidade politica que vivemos, diferentemente do que aconteceu e acontece na gestão atual.