12 de dezembro de 2018

Após eleição suplementar: Guamaré sem prefeito na espera da posse do ÁS DE ESPADA no baralho de Helio de Mundinho

Postado por Irineu Cândido


Ex-prefeito Helio e o seu ÁS DE ESPADA

Uma cidade que arrecada mais de R$ 23 milhões por mês não poderia estar sofrendo desse jeito. 

Após uma enxurrada de denúncias que tomaram conta das redes sociais contra o ex-prefeito de Guamaré, Helio de Mundinho - sem que nenhuma ação judicial acontecesse até os dias de hoje para frear esse ímpeto voraz contra as receitas públicas deste município - recebo informações que nesse momento Guamaré se encontra sem prefeito.

Uma vez que

A prefeito Interina Diva Araújo requisitou retorno a função de vereadora que exercia antes de assumir interinamente cargo no executivo.

No entanto

Como ocorreu recentemente a eleição para nova mesa direta do legislativo na cidade guamareense  - composição que se estende até o final de 2018 -  o atual presidente do legislativo, Carlos Câmara, não quis assumir a responsabilidade de ser prefeito da cidade( mesmo sendo aliado de Helio de mundinho) tendo em vista o monte de pepino para descascar.

O ás de espada no cenário de Guamaré

Mesmo a cidade arrecadando mais de R$ 23 milhões por mês não existe um político que queira assumir essa pasta interinamente. Pelo visto, somente Adriano Diógenes deverá assumir esse posto com tamanho fervor. 

Sabe porque? Porque Adriano foi eleito e é o ás de espada no baralho de Helio de Mundinho.