22 de outubro de 2018

Fátima ganha direito de resposta por mentira de Carlos Eduardo Alves: Robinson não apoia Fátima

Postado por Irineu Cândido

A coligação Do Lado Certo, da candidata Fátima Bezerra (PT), ganhou, neste domingo (21), mais uma ação judicial a respeito de fake news divulgadas pelo adversário Carlos Eduardo Alves (PDT). A petista obteve direito de resposta sobre a declaração falsa de que estaria sendo apoiada por Robinson Faria (PSD).



A decisão do Tribunal Regional Eleitoral do RN (TRE-RN), além de conceder um minuto de espaço na propaganda eleitoral adversária, determina que Carlos Eduardo Alves retire imediatamente o trecho da propaganda em que fala do suposto apoio. Em caso de descumprimento, a multa diária se aplica no valor de R$ 3 mil.

O candidato do PDT alega o apoio e ainda utiliza recursos gráficos que manipulam a informação, levando ao eleitor uma ideia equivocada. De acordo com a decisão, a veiculação cria "no eleitorado uma vinculação política entre a candidata Representante e o atual Governador do Estado, Robinson Faria, vinculação esta que, de fato, não se extrai das manifestações proferidas por ambos em discursos, mídias sociais e outros veículos de comunicação social".

O TRE-RN justifica, ainda, que, "ao contrário, conforme bem apontado na exordial, o atual Governador do Estado, ao não lograr êxito na disputa pela reeleição foi a público e expressamente se declarou neutro em relação aos candidatos que estão disputando o 2º Turno para o cargo de Governador nas Eleições 2018".

"Com uma campanha limpa e propositiva, repudiamos qualquer tipo de declaração falsa nestas eleições. Por isso, estamos indo à Justiça para que a verdade prevaleça", avaliou Fátima. "Estamos na última semana de campanha e precisamos mostrar ao povo do Estado o nosso projeto para retomar a economia e o crescimento e garantir direitos a quem mais precisa", completou.