31 de outubro de 2018

Fátima Bezerra terá total apoio do setor industrial, garante presidente da Fiern

Postado por Irineu Cândido

Reprodução Portal de Noticias

Presidente da Fiern adiantou que “ela terá total apoio da entidade, desde que ataque os graves problemas que afligem o RN”
Um dia depois de empossado na Diretoria da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales, amanheceu nesta quarta-feira,31, otimista com o futuro imediato.

No plano nacional, ele ainda espera que o governo Bolsonaro recue na decisão de extinguir o Ministério da Indústria e Comércio e, no plano local, que a recém- eleita governadora, Fátima Bezerra, ataque os principais problemas do RN, incluindo os fiscais, que hoje apresentam um rombo de R$ 1,2 bilhão por ano.

“Nós, da indústria, só temos um partido e ele é o Rio Grande do Norte”, afirmou Amaro, que assumiu oficialmente nesta terça-feira,30, o cargo de 1º Diretor Secretário da CNI, tendo seu vice na Fiern, o empresário Flávio Azevedo, empossado em outra diretoria da Confederação.

O Diretor 1º Secretário da Federação das Indústrias, Heyder Dantas, esteve presente à posse, que aconteceu durante a 9ª reunião da CNI, em Brasília. O empresário Robson Braga de Andrade foi reeleito à presidência da Confederação em votação unânime ainda no dia 8 de maio para o período 2018/ 2022.

Sobre o governo de Fátima Bezerra, que começa em 1º de janeiro, o presidente da Fiern adiantou que “ela terá total apoio da entidade representativa da indústria, desde que ataque os graves problemas que afligem o RN”.

Lembrou que nas duas sabatinas das quais participou a candidata do PT, Fátima se posicionou sempre com clareza no sentido de considerar as propostas contidas no programa Mais RN.

“Confiamos que ela fará uma gestão à altura dos desafios e nós, da indústria, estaremos à disposição e sempre abetos a colaborar”, resumiu Amaro Sales.