10 de outubro de 2018

Corregedoria do MPRN realiza audiência pública em João Câmara, Já em Macau....

Postado por Irineu Cândido


A população de João Câmara apresentou parte de suas demandas ao Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) nesta quarta-feira (10). A Corregedoria Geral da instituição realizou uma audiência pública na cidade com o objetivo de ouvir dos cidadãos desde apresentação de denúncias, reclamações, informações, elogios e sugestões sobre os serviços prestados pelas Promotorias de Justiça.
 

O corregedor geral do MPRN, Anísio Marinho Neto, destacou o debate em torno da saúde pública em João Câmara. "Nós constatamos em uma visita que fizemos ao hospital Josefa Godeiro que está ocorrendo, de certa forma, um descaso com a saúde pública. Embora tenha havido uma atuação por parte do MPRN, a regionalizacao desse hospital encontra-se ainda num nível ainda insatisfatório", falou.
 
Anísio Marinho também falou sobre outros temas tratados na audiência. "Visitamos também alguns órgãos públicos e verificamos a ausência, no município, de uma politica efetiva na questão de trânsito. Identificamos também a ausência de cobrança de IPTU no município, o que significa uma perda de receita para fazer determinadas obras como acessibilidade. De um modo geral, verificamos um atuar presente do MPRN".

Já em Macau?....

A população tem sofrido, tem reclamado, tem cobrado, tem denunciado, tem informado e, principalmente, tem sido abandonada literalmente pelos setores de justiça social que são competentes naquilo que fazem.

Enquanto o município de João Câmara – que não sofre com tamanha falta de gestão - tem recebido olhar da corregedoria geral do MPRN,  em Macau a grita social predomina por todos os recantos das redes sociais com falta de cidadania em todos os setores públicos municipais, só que até o momento ninguém ouviu o clamor deste povo.

O cidadão salineiro que sofre e padece quase que todos os dias com atual gestão, está sem entender o porque de tanta omissão.